sábado, 1 de novembro de 2008

Paulo Freire, Os Verbetes da Educação


Paulo Reglus Neves Freire, nasceu em Recife, 19 de setembro de 1921.
Durante a recessão econômica que teve início em 1929, Paulo Freire conhece de perto a pobreza e a fome, fato que lhe dá uma nova consciência e postura de vida.
Inicialmente, foi professor de Língua Portuguesa e durante toda sua vida atuou na área da educação, cultura e serviço social. Trabalhou com analfabetos e desenvolveu ao longo de suas experiências algumas Teorias pedagógicas em prol da educação das pessoas oprimidas. Desenvolveu seu trabalho aliando-se a Teoria da Libertação.
Em 1964, Paulo Freire é encarcerado, devido a sua afiliação com o marxismo, foi considerado subversivo e posteriormente vai para o exílio na Bolívia. Trabalhou no chile durante cinco anos, no movimento de Reforma Agrária e da Democracia Cristã e para Organização de Agricultura e Alimentos da ONU.
Em 1967, publicou seu primeiro livro, "Educação Como Prática Da Liberdade".
Em 1968, Paulo Freire escreve seu mais famoso livro, "Pedagogia do oprimido", publicado em várias línguas. No Brasil o livro foi publicado em 1974, após a liberalização cultural que se iniciou com a posse do general Ernest Geisel.
Seu exílio terminou em 1979, mas somente em 1980 ele volta ao Brasil. Filiou-se ao PT, na cidade de São Paulo, trabalhando como supervisor do programa do PT de alfabetização de adultos.
Em 1988, Paulo Freire assumiu o cargo de Secretário de Educação de São Paulo.
Em 1991, o Instituto Paulo Freire foi fundado em são Paulo, voltado para o estudo de elaboração das teorias sobre educação popular.

"Paulo Freire delineou uma Pedagogia da Libertação, intimamente relacionada com a visão marxista do terceiro mundo e das consideradas classes oprimidas na tentativa de elucidá-las e conscientizá-las politicamente. As suas maiores contribuições foram no campo da educação popular para alfabetização e a conscientização política de jovens e adultos operários, chegando a influênciar em movimentos como os da Comunidades Eclesiais de Base (CEB).
No entanto, a obra de Paulo Freire ultrapassa esse espaço e atingi toda a educação, sempre com o conceito básico de que não existe uma educação neutra; segundo a sua visão, toda educação é, em si, politica.
Palavras (articuladoras do pensamento crítico) e a pedagogia da pergunta, são os princípios da pedagogia de Paulo Freire."

Fonte - Wikipédia

Frases de Paulo Freire


-Nos anos 60 fui considerado um inimigo de Deus e da Pátria, um bandido terrível, hoje diriam que eu sou apenas um saudosista das esquerdas.
-Descobri que o analfabetismo era uma castração dos homens e mulheres, uma proibição que a sociedade organizada impunha às classes populares.
-O que o Capitalismo tem de bom é apenas a moldura democrática. Um dos maiores erros históricos das esquerdas que se fanatizaram foi antagonizar socialismo e democracia.
-O Mobral (Movimento Brasileiro de Alfabetização, implantado durante o regime militar) nasceu para negar meu método, para silenciar meu discurso.
-Meu sonho de sociedade ultrapassa os limites do sonhar que aí estão.
-O autoritarismo é uma das caracteristicas centrais da educação no Brasil, do primeiro grau à universidade.
-Os negros no Brasil nascem proibidos de ser inteligentes.
-Eu não aceito que a ética do mercado, que é profundamente malvada, perversa, a ética da venda, do lucro, seja a que satisfaz ao ser humano.
-A educação já foi tida como mágica, podia tudo, e como negativa, nada podia. chegamos à humildade: ela não é a chave da transformação da sociedade.
-Um dos grandes pecados da escola é desconsiderar tudo com que a criança chega a ela. A escola decreta que antes dela não há nada.
-Criar o que não existe ainda deve ser a pretensão de todo sujeito que está vivo.


Dicionário de verbete Paulo Freire - Reúne cerca de 200 verbetes sobre a obra do mestre, dono de uma visão revolucionária da educação. Editora autêntica

3 comentários:

Eduardo Buys disse...

Beth,
aprendi sobre Paulo Freire num curso de Didática e hoje estou convencido que se trata de um dos grandes homens que o Brasil já teve.
Abraços, Edu

bethccruz disse...

Meu primeiro contato com os trabalhos de Paulo Freire foi na faculdade, nas aulas de sociologia.
Fiquei encantada com as idéias desse homem.
Outro que eu sou fã de carteirinha é o Cristovam Buarque, também de uma dignidade acima do normal.
Falta ao Brasil politicos com essa postura ética, com certeza o cenário seria muito melhor.
Valeu Eduardo, volte sempre!
Abraço

Um linda Mulher disse...

Ele é incrível, meu primeiro contanto com ele foi uma matéria que fiz na faculdade A eja, que ele implantou. Fiz um trabalho sobre Prática de liberdade em Paulo Freire e simplismente me apaixonei. Ele é fascinante.ri