quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Martha Medeiros - O Sucesso e as Violações na Internet


Martha medeiros, 47 anos, é uma escritora gaúcha muito famosa por escrever crônicas sobre o amor e suas pluralidades contemporâneas.
Martha também é poeta e romancista, seus textos podem ser encontrados na internet com muita frequência, mais nem sempre da maneira que a autora gostaria, pois segundo a Martha, ela gostaria que seus textos fossem lidos nos jornais e nos livros, na internet ela sente sua obra violada por cortes e enxertos e muitas vezes novas autorias são atribuídas a seus textos, mas admite também que há um lado positivo quanto a generosidade daqueles que gostam do que ela escreve e acabam de uma maneira ou de outra a colocando em evidência e divulgando seu nome.
Recentemente Martha Medeiros lançou o livro "doídas e santas", um sucesso que figura na lista dos mais vendidos em todo o país. Segundo a autora, "Doídas e Santas", "é uma crônica que fala genericamente das escolhas que uma mulher madura faz - "ou ela segue tentando satisfazer seus desejos ou interromper as buscas. costuma-se dizer que uma mulher de certa idade que ainda almeja paixões é uma doída, as santas serenizam. Na minha opinião, essas santas é que são loucas", explica a autora.
Leia mais em Entrevista com Martha Medeiros, Coluna do Luciano Trigo

Trecho da Crônica de amor - Martha Medeiros

"...Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados. Não funciona assim. Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não-fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo à porta. O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar. Costuma ser despertado mais pelas flechas do cúpido que por uma ficha limpa. Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referências.
Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.
Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó. Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é."

Livros escritos por Martha Medeiros:

Strip-Tease (1985)
Meia noite e um quarto (1987)
Persona non grata (1991)
De Cara Lavada (1995)
Poesia Reunida (1998)
Geração Bivolt (1995)
Topless (1997)
Santiago do Chile (1996)
Trem-Bala (1999)
Non Stop (2000)
Cartas Extraviadas e Outros Poemas (2000)
Divã (2002)
Montanha-Russa (2003)
Esquisita como Eu (2004)
Tudo que Eu Queria te Dizer (2007)
Doidas e Santas (2008)

Biografia de Martha Medeiros

Obs: Antes de públicar algo na internet, procure saber a origem e dê os devidos créditos a fonte de pesquisa.

4 comentários:

joselito disse...

Tudo bem Beth?

Só não entendi um detalhe sobre a escritora. Ela apenas escreve livros e cronicas e também publica na internet, ou trechos de seu trabalho são copiados do livro para internet por "paraquedistas"?

bethccruz disse...

Olá joselito!
O que acontece com a Martha, acontece com a maioria dos autores.
Ela reclama, com razão, da maneira que algumas pessoas desinformadas pegam partes de seus textos publicados em seus livros e publicam na internet conferindo autoria a outra pessoa ou até mesmo textos que não são de sua autoria, atribuem à ela autoria.
Isso é um problema sério na internet. funciona mais ou menos como uma fofoca que vai passando de boca em boca e sendo aumentada e deturpada pelo caminho.
Outro dia teve uma blogueira que viu que uma determinada notícia minha tinha me dado um acesso superior a 3000 visitas/dia.
correndo ela foi para o seu blog e noticiou a mesma matéria e cometeu vários equívocos graves e nem sequer teve a dignidade de citar a fonte original da notícia.
Citar e conferir as fontes é imprescíndivel para aqueles que querem conseguir respeito na internet.
Isso só vem demonstrar que a falta de ética e de valores morais estão fazendo falta as pessoas e principalmente à maioria que usa a internet como forma de comunicação em massa.
Nem tudo pode ser tomado como verdade, temos que adquirir o hábito de checar as informações. E quando cometemos um erro temos que reconhecer e consertar. Errar é humano, mas ser desonesto é outra história!

Abraço Joselito

Ane disse...

Me identifico bastante com a Martha, adorei o texto.

estou divulgando o meu blog, passa lá!

www.spanamoradas.blogspot.com

beijos!

Anônimo disse...

CONCORDO COM A MARTA MEDEIROS COM RELAÇÃO A PESSOAS QUE UTILIZAM TEXTOS ESCRITOS POR NÓS E QUE SEM CARÁTER E DESUMANAS ENTRAM NESTES TEXTOS OU MENSAGEM E MODIFICAM O TEOR AO BEL PRAZER, NO INTUITO MUITAS VEZES DE TIRAR PROVEITO PRÓPRIO OU PREJUDICAR. ESTOU SENDO VÍTIMA DISTO EM EMAIL QUE ESCREVI, E QUE ALGUÉM SEM O MENOR PUDOR E RESPEITO, MODIFICOU O TEXTO COMO SE EU ESTIVESSE ESCRITO, PARA GANHAR CAUSAS NA JUSTIÇA, ALEGANDO DANOS MORAES, CALÚNIA E DIFAMAÇÃO. A QUE PONTO CHEGAMOS. A INTERNET UMA FORMA DAS PESSOAS APRENDEREM ACABA SENDO UM INSTRUMENTO DE DESTRUIÇÃO E VANDALISMO. AINDA BEM QUE A MAIORIA DOS JUIZES NÃO ACEITAM EMAIL COMO PROVAS, POIS SÃO FÁCEIS DE SER MODIFICADO. POIS SE A LEI NÃO TIVESSE ESTA PRERROGATIVA HOJE TALVÊS EU ESTIVESE EM UMA SITUAÇÃO MUITÍSSIMO COMPLICADA. IMAGINEM. A GENTE ESCREVE UMA MENSAGEM BONITA DE PAZ, O DESUMANO ENTRA NA MENSAGEM, E MODIFICA O TEXTO ESCREVENDO COISAS ABSURDAS E TOTALMENTE SEM NEXO E PUDOR, SOMENTE PARA TIRAR DINHEIRO. ESTE MUNDO ESTÁ MESMO PEDIDO.