sábado, 29 de novembro de 2008

O Homem na Lua, Estações Espaciais, Hubble e a Sonda Phoenix em Marte

A conquista Espacial



A conquista espacial foi o evento mais emocionante da história da humanidade, sonhado até então, apenas pela ficção e a literatura. Um grande épico moderno que culminou com a chegada do homem a lua.
Uma história de rivalidade entre as duas maiores potencias mundiais da época, URSS e EUA.
O apogeu dessa grande aventura do homem, além dos limites da terra , foi acompanhada pelas emissoras de televisão de todo o mundo com grande expectativa e emoção, quando no dia 20 de julho de 1969, Neil Armstrong pisa pela primeira vez em solo lunar.



A história da conquista espacial começa em 1957 quando a União Soviética lançou o primeiro satélite artificial de nosso planeta, o Sputinik 1, com a finalidade de coletar dados sobre a temperatura e a densidade da alta atmosfera. Depois de 96 dias em órbita o Sputnik 1 reentrou na atmosfera e incendiou-se devido ao atrito com o ar.
Mais tarde, o sputnik II seria lançado ao espaço, levando a cadela Laika. Dessa vez os soviéticos puderam confirmar que era possivel um ser humano sobreviver no espaço.

Em 1961, 12 de abril, a união Soviética mais uma vez lidera a conquista espacial e manda o primeiro homem ao espaço, Yuri Gagarin a bordo da nave Vostok 1, gastou 108 minutos para dar uma volta completa em torno de nosso planeta, voo totalmente controlado da terra.





A marca registrada dessa façanha Soviética foi as frase de Yuri Gagarin: "A Terra é azul, e eu não vi Deus".

Em 1961, no dia 29 de novembro os EUA faz um teste, levando a bordo da nave Mercury, o primata "Enos", era a preparação para seu primeiro vôo com humanos.
O sucesso do projeto espacial da URSS incomodava muito os Estadunidense, que ainda não tinham um projeto espacial tão avançado quanto os Russos.
A NASA, criada em julho de 1958, era a responsável pela elaboração e administração do programa espacial, e em maio de 1961 envia o primeiro estadunidense ao espaço em um vôo sub-orbital, sem muita expressão.
Foi quando o presidente John Kennedy, em um discurso fervoroso em 1961, disse:

"Nós decidimos ir à lua. Nós decidimos ir à lua nesta década e fazer as outras coisas, não porque elas são fáceis, mas porque elas são difícieis"



A partir de então o ambicioso programa espacial dos EUA avança de maneira espetacular, e a Nasa elabora projetos cada vez mais audaciosos, começando com o "projeto Mercury", que possibilitava a um astronauta fazer manobras em órbita terrestre.



Em seguida veio o "projeto Gemini" que tinha capacidade para dois astronautas.
Na corrida da conquista do espaço, os EUA lançou o "projeto Apollo", espaçonave com capacidade para três astronautas.



No dia 20 de julho de 1969, a missão Apollo 11, posou na superfície lunar, acompanhado pelas redes de televisão de todo o mundo, Neil Armstrong e Edwin Aldrin são os primeiros homens a caminhar em solo lunar.
Neil Arsmstrong o primeiro homem a pisar na lua Diz: "Um pequeno passo para um homem, um salto para humanidade".

Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar na lua



Deixaram uma placa com os dizeres: "Her Men From Planet Earth First Set Foot Upon The Moon. July 1969 A.D. We Came In Peace For All Mankind" - "Aqui os homens do planeta terra pisaram pela primeira vez na lua. Julho de 1969. Viemos em paz, em nome de toda a humanidade".
Foi um momento de glória e orgulho para os Estadunidenses.
Os soviéticos não foram capazes de pisar na lua, as missões seguintes dos Russos se restrigiram a missões não tripuladas, que fizeram em setembro e novembro de 1968, utilizando as naves zond 5 e zond 6. Teve também as missões zond 7 e 8, mas também não tripuladas.

Em 1975 as naves Apollo 18 e a Soviética Soyuz 19 realizaram um acoplamento no espaço, na primeira missão conjunta da Nasa e da agência espacial soviética.
Com a queda do comunismo, esta cooperação entre os dois países se intensificaria e eles acabariam participando juntos da construção da Estação Espacial Internacional, Mir.

Motivos que contribuíram para o fracasso Da URSS na corrida espacial

um acidente ocorrido na plataforma de lançamento em 1960 dezenas de cientistas e técnicos soviéticos morreram, atrasando os planos soviéticos para o espaço. Mas o pior ocorreu em 1966 com a prematura morte de Sergei Korolev, o engenheiro-chefe do programa espacial soviético. Ainda houve o acidente com a Soyuz 1, em abril de 1967, com a morte do cosmonauta Vladimir Komarov, que atrasou o Projeto Soyuz em 18 meses. Estes fatos somados a falta de verbas, pouco controle de qualidade da indústria soviética e o desinteresse dos militares da cúpula do regime pelo programa espacial foram as principais causas do fracasso dos soviéticos em chegar à Lua.

Além dos programas Vostok e Soyuz, a URSS desenvolveu os projetos Salyut e Almaz, de permanência de humanos em longo período no espaço, usando estações espaciais.

Estação espacial do passado e atuais:

Programa Salyut: Salyut 1, Salyut 4, Salyut 6 e Salyut 7
Programa Almaz: Salyut 2, Salyut 3 e Salyut 5
Skylab
Mir
Estação Espacial Internacional (ISS)

Mesmo não tendo conseguido levar homens à Lua, o programa espacial soviético foi muito bem sucedido em uma diversidade de aspectos, e aí se inclui a estação espacial MIR (15 anos de vida útil - afundou no oceano pacifico no dia 23/03/2001)- um esboço e campo de provas para o que viria a ser a Estação Espacial Internacional.

Na continuidade das operações da Mir russa, do Skylab dos Estados Unidos, e do planejado Columbus europeu, a Estação Espacial Internacional (International Space Station, ou simplesmente ISS) representa a permanência humana no espaço e tem sido mantida com tripulações de número não inferior a dois elementos desde 2 de Novembro de 2000. A cada rendição da tripulação, a estação comporta ambas equipes (em andamento e a próxima), bem como um ou mais visitantes.



A ISS envolve diversos programas espaciais, sendo um projeto conjunto da Agência Espacial Canadense (CSA/ASC), Agência Espacial Européia (ESA), Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA), Agência Espacial Federal Russa (ROSKOSMOS) e Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) dos Estados Unidos da América.





Marte parece ser a próxima aventura, um capítulo que promete grandes surpresas.
A sonda espacial Phoenix é um verdadeiro laboratório espacial. Ela coletará amostras do solo marciano, que serão colocadas sob dois tipos de microscópios e analisadas à distância pelos cientistas.
Além de obter informações sobre o clima polar de Marte e sobre a interação entre sua atmosfera e sua superfície, espera-se que a Fênix possa dar informações suficientes para se concluir se Marte já teve algum tipo de vida no passado.



Assim como a luneta de Galileu e Galilei, foi imprescindível ao estudo da astronomia,o telescópio espacial Hubble é um satélite astronômico artificial e não tripulado, lançado pela NASA, no dia 24 de abril de 1990, que tem um importante papel na observação de fenômenos no universo, permitindo avanços no estudo da astronomia. Um novo sucessor está previsto, será o James Webb Space Telescope, uma versão aperfeiçoada do Hubble.



Pesquisa e Imagens

Wikipédia
Rubble site
As grandes datas da conquista espacial
Laboratório Espacial Phoenix Pousa em Marte

5 comentários:

Alexandre Brendim disse...

Eu faço parte do grupo de pessoas que não acredita que o homem pisou na lua.

Pelo menos, não daquela vez.

O texto, como sempre, brilhante!

whebson disse...

Um texto brilhante e imagens fascinantes! 8^D

Parabéns!

Até coloquei um coração no doMelhor!

By

Rafael disse...

Eu tb não tenho como acreditar que o homem já pisou na Lua. Se eles já estiveram lá, pq nunca mais voltaram???

PQ a nasa so esta programando pra 2020 uma ida a Lua?

E existem muitas outras questões. Isso é apenas um fato fictício que foi lançado para que os EUA tivessem vantagens na corrida espacial contra a URSS

beth cruz disse...

Tenho conhecimento de muitas pessoas que não acreditam que o homem pisou na lua, inclusive meu marido!
Eu pessoalmente acredito, mas não me espantaria se um dia fosse provado o contrário, rsrssss.
Há algum tempo atrás eu li uma matéria, não lembro o nome do autor, mas segundo sua teoria e dados ele mostrava as supostas falhas dessa farsa, que teria inclusive participação de cineastras.
Se essa teoria estivesse certa, porque motivos os russos se calariam, admitindo a supremacia dos Estadunidenses?
Se foi uma farsa, um dia com certeza isso irá ser esclarecido.
Obrigada, Alexandre, Whebson e o Rafael pela visita e comentário.
Abraço

Sr. Enrico disse...

A nasa esconde varias coisas de nós , eu já trabalhei lá e posso forneçer varias imformações .


email de contato enriconobrega@hotmail.com
enriconobregadonato@hotmail.com