domingo, 8 de março de 2009

Mulher, Essência da Natureza Humana

Na história da civilização a mulher superou a cada época os valores conservadores, conquistando a cada dia um espaço de direito. Dona da fertilidade, rainha da razão e da sensibilidade, grandes mulheres contribuíram para a conquista de um lugar melhor na sociedade, superando preconceitos e conquistando espaços, seja em seu lar como mãe e companheira, seja como profissionais dignas de respeito.
Sem querer disputar a superioridade de sexo, a mulher se emancipou e conquistou muitos direitos e reconhecimentos como ser humano, uma luta árdua que teve momentos inesquecíveis na história, Principalmente no século XX e XXI, onde a mulher participa ativamente das mudanças do planeta com sua capacidade, carisma e sensibilidade.
Poderia fazer uma lista infindável de mulheres que foram importantes na história, mas representando todas as mulheres imprescindíveis de todas as épocas, escolhir 10 para homenagear a todas no dia Internacional da Mulher.


Madre Teresa de Calcutá, missionária católica que lutou pelos desprotegidos na Índia, sua vida foi um apelo aos mais pobres.



Eva Perón, atriz e líder política argentina, casada com Domingos Perón, presidente da Argentina. Confundida com uma militante de esquerda, por defender os pobres, miseráveis e explorados.



Simone de Beauvoir, escritora, filósofa existencialista e feminista francesa.



Chiquinha Gonzaga, compositora e pianista brasileira, foi a primeira pianista de choro, autora da primeira marcha carnavalesca e também a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil.



Anita Garibaldi, companheira do revolucionário Giuseppe Garibaldi, é considerada, no Brasil e na Itália, um exemplo de dedicação e coragem.



Leila Diniz, atriz brasileira, que quebrou tabus de uma época em que a repressão dominava o Brasil, escandalizou ao exibir a sua gravidez de biquini na praia e chocou o país com a declaração: "Transo de manhã, de tarde e de noite". Era mal vista pela direita opressora, difamada pela esquerda ultra radical e tida como vulgar pelas mulheres da época.



Zélia Gattai, fotógrafa, escritora, autora do livro 'Anarquistas Graças a Deus', casada com o escritor Jorge Amado. foi militante política, tendo trabalhado pela anistia de presos políticos.



Cora Coralina, poetisa e contista brasileira, mulher simples e frágil do interior da cidade de Goiás, que usou poderosas palavras para atingir a mais alta riqueza de espírito.



Raquel de Queiroz, escritora, jornalista, tradutora e dramaturga brasileira. Raquel foi a primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras. Considerada por muitos a maior escritora brasileira.



Cecília Meireles, Poetisa, professora e jornalista brasileira. Uma das mais importantes representantes da literatura modernista.



“Aprendi com as primaveras
a me deixar cortar para
poder voltar inteira.”

(Cecília Meireles, poetisa)

Feliz dia Internacional da mulher

7 comentários:

JIME disse...

"A mulher deve ser lentamente decifrada como o enigma que é: Encanto a encanto."

Plebe Rude e Ignara disse...

só não concordo de vc colocar a Eva Perón ao lado de tanta gente boa..
Ate a leila diniz(atriz)era melhor que a Eva(pessoa)...
abraços

Beth Cruz disse...

Em torno de todo mito giram muitas controvérsias, ainda mas quando esse mito é uma mulher que veio de classe baixa e levou uma vida pouco ortodoxa até chegar ao poder.
Compreendo e aceito sua
indignação, mas tenho uma outra visão a respeito do assunto.
Quem sabe esse seja o próximo assunto a ser tratado aqui! rsrsss
Abraço Plebe e Ignara

Arthurius Maximus disse...

De todas, só não concordaria com Eva Perón. Afinal de contas fi apenas uma "Rosinha" com classe. E uma cafetina do poder na Argentina.

Beth Cruz disse...

Até você Arthurius! rsrssss
Quando coloquei Eva Perón e Leila diniz nessa lista, foi por conta e risco, pois eu tinha certeza que esse tipo de comentário iria aparecer.
Dissertar sobre essa polêmica aqui ficaria imenso esse comentário. Prometo pensar na possibilidade de fazer um post a respeito.
Um abraço Cavaleiro, sua opinião é sempre bem vinda, mesmo que divergente da minha. Afinal a tolerância faz parte do que pregamos.

Peter Salomão Buarque disse...

Poxa gente,Eva Perón foi um grande marco na ARgentina,uma mulher de força,atitude e corajosa,merece sem dúvida estar entre aquelas que fizeram história.Afinal,se for para julgar,todas e todos os grandes líderes tiveram seu lado obscuro,embora a história não conte,mas Evita,sem dúvida foi uma grande mulher d euma lind atrajetória de superação,consciência política e legítma representante da força feminina e obstinação.
Abraços!

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver meu Curso de Informática online.Emily Nascimento