quinta-feira, 28 de maio de 2009

A história da guerra de Troia

A história da guerra de Tróia, mito ou fato histórico?
A história da guerra de Tróia durante muito tempo foi considerada um dos grandes mitos da mitologia grega. Mas hoje existe prova de que a guerra de Tróia realmente ocorreu na antiguidade por volta de 1300 e 1200 a.C, final da Idade do Bronze.
A descoberta de um sítio arqueológico na Turquia, por Heinrich Schliemann, permitiu comprovar que a guerra de Tróia foi um fato histórico. Mas isso não quer dizer que todos os aspectos entre a história e a mitologia grega foram comprovados.

Guerra de Tróia


A Guerra de Tróia é uma história bélica narrada na obra clássica e poética chamada "Ilíada", escrita por Homero. O retorno de Odisseu e seu exército à ilha de Ítaca é contada em outra obra de Homero, chamada "Odisséia".
Segundo lenda da mitologia Grega, a guerra de Tróia foi causada por Eris, a deusa da discórdia. No dia do casamento de Peleus e Tethis, sem ser convidada e com uma maçã de ouro em suas mãos, Eris adentrou a festa e lançou um desafio aos convidados: o deus que demonstrasse maior senso de justiça teria a posse da maçã de ouro.
As deusas da mitologia grega: Afrodite, Atena e Hera se interessaram pela maçã de ouro oferecida por Eris. No intuito de julgar qual das três deusas merecia o prêmio, Zeus convocou Páris (o belo príncipe troiano) para decidir quem seria a vencedora. A deusa que conseguisse persuadir Páris, levaria a maçã de ouro.
Atenas ofereceu a Páris saúde, Hera ofereceu poder, mas Afrodite, a vencedora do prêmio, prometeu a Páris o amor de Helena, esposa do rei de Esparta Menelau.
Mesmo sendo orientado pelos profetas gêmeos Cassandra e Heleno para não ir, Páris parte de Tróia para Esparta em busca de Helena. Ao chegar em Esparta, Páris capturou e levou Helena para Tróia.

Helena e Páris


Menelau, ferido em sua honra e irado, reuniu todos os antigos pretendentes de Helena e diversos heróis em uma imensa tropa marítima em direção à Tróia com o intuito de matar Helena e se vingar de Páris.
A Guerra de Tróia foi uma batalha que durou dez anos. Além de muitos soldados, dois heróis gregos morreram: Aquiles e Heitor.
A vitória dos gregos só foi possível graças a astúcia do guerreiro grego Odisseu, que teve a brilhante ideia de presentear os troianos com um enorme cavalo de madeira, um presente em nome da paz e de uma "assumida derrota".

Cavalo de Tróia (Trojan Horse)

de Giovanni Domenico

Os troianos aceitaram o presente e o conduziu para dentro de sua fortaleza. Após uma noite de grande comemoração, os troianos cansados e embriagados adormeceram. As portas do grande cavalo de madeira se abriram e vários soldados gregos saíram e abriram as portas da fortaleza para os demais soldados gregos entrarem. A cidade de Tróia foi totalmente destruída.
Menelau, seduzido pelos encantos de Helena, não conseguiu matá-la e a levou de volta para Esparta.

Existem várias produções cinematográficas a respeito da guerra de Tróia. Mas um filme que conta a história, a saga da guerra de Tróia, foi lançado em 2004, chamado "Tróia", com direção de Wolfgang Petersen, onde Brad Pitt faz o papel de Aquiles. Uma produção brilhante. Para quem não viu, vale a pena assistir, arte de primeira.


Fotos e consulta - Wikipédia Guerra de Troia

3 comentários:

Renata Fontanetto. disse...

Adoro histórias gregas. Adoro Ilíada e Odisséia. Nossa. Sou fascinada *.*

A história de tróia não fica atrás.
Excelente. Beijos!

JIME disse...

A Guerra de Tróia foi um conflito bélico entre aqueus (um dos povos gregos que habitavam a Grécia Antiga) e os troianos, que habitavam uma região da atual Turquia. Esta guerra durou aproximadamente 10 anos.

Maggie. disse...

Adoro mitologia grega. Tenhoum amigo que é historiador e quando ele está de bom humor e pára para nos contar essas histórias eu piro! Beijos.