quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

A Cidade Proibida – Relíquia de Pequim

A Cidade Proibida fica no centro da antiga Pequim, é o maior complexo de palácios do mundo, uma obra arquitetônica suntuosa que começou a ser construída em 1406 pelo imperador Yongle, o terceiro da Dinastia Ming, e levou quatorze anos para ficar pronta.

A Cidade Proibida - um dos lugares mais famosos da China

 

cidade-proibida visao panoramica

O vasto território (720 mil metros quadrados), foi construído para ser o centro político da China e residência do imperador. A Cidade Proibida era protegida por um rígido sistema de segurança, somente a família do imperador, serviçais especiais e oficiais, tinham autorização para entrar e sair da cidade que era cercada por uma muralha de 3,4 quilômetros de extensão.

A Cidade Proibida, por 500 anos, foi a capital do império chinês, o lar de 24 imperadores.

 

palacio da cidade proibida pequim

Em 1912, com o fim da dinastia do último imperador chinês, Puyi, a Cidade Perdida deixou de ser a capital do império chinês. Em 1925 o palácio foi aberto como museu, até que, em 1931 o exército japonês atacou e retirou da cidade 19 mil caixas do palácio contendo tesouros nacionais que, após a Segunda Guerra Mundial foram devolvidos.

Desde de 1950, a Cidade Proibida vem sendo restaurada. Em 1987 a Cidade Proibida foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade.

O Museu Metropolitan de Nova York inaugurou a exposição “O Paraíso Privado do Imperador: Tesouros da Cidade Perdida”, com obras retiradas da área mais secreta do palácio imperial de Pequim.

A exposição fica em cartaz até o dia 1º de maio de 2011.

Exposição em Nova York revela relíquias da cidade Proibida de Pequim

 

Assista ao vídeo - China: Por Dentro da Cidade Proibida (1/5)

 

 

* História da Cidade Proibida

3 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

eu morro de vontade de conhecer a Cidade Proibida, acho linda. Só conheci uma versão miniatura (na escala de 1:25) que há em Tochigi, Nikko.

um dia eu vou!

adorei esse post, Beth!
bom dia e feliz ano novo chinês!

Beth Cruz disse...

Dando uma olhada nas fotos do Google Imagens, dá para se ter ideia da beleza da arquitetura da Cidade. Deve ser mágico entrar na Cidade Perdida!

Abç, Alexandre.

Anônimo disse...

Eu tive a oportunidade de conhecer a Cidade Proibida. A sensação é inesquecível. Vale a pena mesmo.