segunda-feira, 14 de junho de 2010

As Deusas Gregas

As sete deusas gregas: Atena, Afrodite, Ártemis, Demérer, Hera, Perséfone e Héstia, são divindades femininas, inteligentes, sensuais e com habilidades. Segundo a abordagem mitológica, essas divindades viveram em uma sociedade patriarcal séculos antes do nascimento de Cristo, quando os deuses gregos governavam o céu, a terra, o oceano e o inferno.

As Sete Deusas da Mitologia

Hera (Juno) – irmã e também a mulher oficial de Zeus. Protetora do parto e o matrimônio. Uma deusa ciumenta que castigava as mulheres que se apaixonavam por Zeus. Os romanos a chamavam de Juno.

Zeus e Hera, obra de Annibale Carracci

hera

Deméter (Ceres)– Deusa da terra fértil, dos campos e dos cereais, principalmente o trigo. cultuada em diversas regiões do mundo helênico. no egito era conhecida como Ísis, em Roma era Ceres, e em Frígia era Cibele. Demérer é uma das deusas mais antigas, associada a Géia e à sua mãe Réia.

Deméter, Pio Clementino

333px-Demeter_Pio-Clementino_Inv254

Perséfone (Perséfane ou Coré) – filha de Zeus e da deusa Demérer. Perséfone era uma deusa de extrema beleza e feminilidade, fato que atraiu o malvado deus Hades, irmão de Zeus. Hades raptou Perséfone e a desposou tornando-a rainha do mundo subterrâneo (inferno).

O Retorno de Perséfone, obra de Frederic Leighton

persefone

Atena (Minerva) – deusa da sabedoria, justiça, guerra e artes. Atena foi concebida por Métis, a deusa da prudência, primeira mulher de Zeus. Mas, segundo uma profecia, essa criança tomaria seu trono de Zeus que devorou Métis e teve Atena sozinho após sentir uma terrível dor de cabeça, pediu a Hefesto (deus do fogo e padroeiro dos artesãos) que lhe abrisse o crânio, e dele saiu Atena já adulta, uma guerreira vitoriosa que combatia com estratégia e justiça.

Estátua de Atena em frente ao parlamento austríaco, Viena

estatua de atena

Ártemis (Diana) – Irmã gêmea de Apolo (deus do sol), deusa da caça, florestas e dos animais selvagens, era também protetora do parto, apesar de ser uma deusa virgem. Artémis carregava um arco e flecha e considerada a divindade da luminosidade lunar, a protetora da juventude feminina.

Diane, de Versailles Leochares

390px-Diane_de_Versailles_Leochares

Héstia (Véstia ou Vesta) – deusa dos laços famíliares, simbolizada pelo fogo da lareira. Foi cortejada por Apolo e Possêidon, mas jurou virgindade perante Zeus.

“Hestia full of blessings”, Egypt, 6th century tapestry (Dumbarton Oaks Collection)

764px-Hestia_tapestry

Afrodite (Vênus) – esposa de Hefesto, o deus coxo; foi amante de Ares, o deus da guerra, com quem teve um filho, Eros (cúpido), o garoto alado que atirava flexas para que as pessoas se apaixonassem. Os principais atributos de Afrodite, eram a atração erótica e o prazer sexual.

O Nascimento de Vênus, de Willian Adolphe Bouguereau

afrodite 

As sete deusas da mitologia Grega representam arquétipos femininos que, segundo Jung, servem de orientação para o comportamento feminino. Jung vê o mito “como uma verdade profunda de nossa mente”.

Fontes de pesquisa:

As Sete Deusas Gregas – O Feminino e seus Arquétipos

Wikipédia

Google Imagens

2 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Acho maravilhoso esse tipo de post. Mitologia, arquétipos, o feminino.

A riqueza de uma cultura, os aspectos psicológicos envolvidos.
Realmente é um blog de arte e cultura. Adoro.
Bjs e bom dia

Arthurius Maximus disse...

A mitologia grega é simplesmente fascinante. Cada deus tem uma história própria e cada uma é uma verdadeira epopéia.