segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Semana da Pátria - Independência do Brasil

1º de setembro, dia que começam as comemorações da Semana da Pátria que tem seu apogeu no dia 7 de setembro, data que comemoramos a Independência do Brasil.
É uma ocasião propícia para se falar sobre Cidadania. Como podemos exercer nossa cidadania?
Conhecendo nossos direitos e deveres, participando da vida política do nosso país, respeitando as pessoas e suas distintas culturas, cuidando do meio ambiente, abandonando preconceitos e fundamentalismos... Todas essas atitudes fazem com que nos tornemos cidadãos de verdade, pessoas merecedoras de respeito, afinal "Pátria é vida com dignidade".
Estamos próximos de um momento muito importante na vida política do país, as eleições municipais, por isso nunca é demais lembrar da importância do seu voto consciente.
Eleger pessoas dignas, com certeza trará um futuro melhor para nossa nação, hoje palco de tantas injustiças e desrespeitos.


Veja agora como começou a história da nossa "Independência":

Denomina-se Independência do Brasil ao processo que culminou com a emancipação política do nosso país do reino de Portugal, no início do século XIX.
Oficialmente, a data adotada é 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado Grito do Ipiranga. Segundo a história oficial, às margens do riacho Ipiranga, hoje de São Paulo, o Príncipe Regente D. Pedro, bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!.



A moderna historiografia em História do Brasil, afirma que o início do processo de independência se deu com à chegada da Corte Portuguesa ao Brasil, no contexto da Guerra Peninsular, a partir de 1808, quando a Corte Portuguesa transferiu-se para o Brasil, fugindo das tropas de Napoleão Bonaparte. O regente Dom João VI abriu os portos do país, permitiu o funcionamento de fábricas e fundou o Banco do Brasil. O país tornou-se, em 1815, Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves. Em 1818, Dom João VI foi coroado rei.
Três anos depois voltou para Portugal, deixando seu filho mais velho, Dom Pedro, como regente do país.

A Independência do Brasil marca o fim do domínio português sobre o Brasil: a conquista da nossa autonomia.
D. Pedro, o então principe regente, recebeu uma carta da Corte de Lisboa exigindo sua volta para Portugal. Por muito tempo os portugueses insistiam pois queriam recolonizar o Brasil e a presença de D. Pedro impediria essa façanha.
Dom Pedro não concordava com a atitude de Portugal e assim que recebeu a carta respondeu: "Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico". Esse pronunciamento ficou caracterizado como o Dia do Fico e foi realizado em 9 de janeiro de 1822.
Depois do dia do Fico, D. Pedro começou a tomar providências para que a Independência de fato acontecesse.
D. Pedro Convocou Assembléia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra, obrigou as tropas de Portugal a voltarem para o reino e determinou que nenhuma Lei de Portugal seria colocada em vigor no Brasil. Além do mais, o povo também lutava por Independência.
Após várias medidas, D. Pedro viaja para Minas e São Paulo, acalmando a sociedade que estava preocupada com os novos acontecimentos que poderiam causar alguma instabilidade social. Durante esta viagem, recebe nova carta que anula a Assembléia e exige volta imediata do príncipe.
Ao receber essas notícias, D. Pedro estava indo para são Paulo e estava próximo as margens do Ipiranga. Após ler as notícias, levantou a espada e gritou: Independência ou Morte!. Esta data, 7 de setembro de 1822, ficou marcada como a Independência do Brasil.
No mês de dezembro do mesmo ano, D. Pedro foi declarado Imperador do Brasil livre.
Portugal, para reconhecer o Brasil como país independente e não mais como sua ex-colônia, exigiu um pagamento de 2 milhões de libras. Como o Brasil não tinha este dinheiro, D. Pedro decide pedir um empréstimo para a Inglaterra.
Os primeiros países que reconheceram o Brasil como um país independente foram os Estados Unidos e o México.
Apesar de tanta luta e movimentação, a Independência do Brasil não trouxe grandes mudanças sociais. O povo mais pobre continuou pobre e nem sequer entendeu o que significava estar livre de Portugal. A escravidão se manteve, os grandes fazendeiros continuaram com suas terras e cada vez mais ricos. Enfim, a libertação foi somente no papel.

15 comentários:

Anônimo disse...

Achei muito bom esse texto me ajudou em um trabalho da escola .
Espero q vcs continuem escrevendo assim , tao bom . Obrigado por me ajudarem

Anônimo disse...

Achei muito bom esse texto me ajudou em um trabalho da escola .
Espero q vcs continuem escrevendo assim , tao bom . Obrigado por me ajudarem

Anônimo disse...

Valeu me ajudou muito no trabalho
obrigado...

Anônimo disse...

achei muito bom o texto pois me ajudou no trabalho da escola contunuem escrevendo assim ajudará muitas pessos com dificuldade

leticia disse...

LETICIA GOSTEI DEMAIS DESSE TEXTO ME AJUDOU MUITO EM UM TRABALHO ESCOLAR!!

Anônimo disse...

Olá...Muito bom esse texto..o único que me ajudou a fazer 2 trabalhos de uma vez só! Me ajudou demais...Continuem assim!

Anônimo disse...

Vlw ae bagulho pode, vocês me ajudaram no meu trabalho ae mermão.

Anônimo disse...

adorei:) fiz um trabalho que vou tirar 1000......

Anônimo disse...

Bom texto rico em suas explicações,parabéns vamos acordar e viver verdadeiramente a INDEPENDENCIA NO BRASIL.AMÉM?FIQUEM COM DEUS.7/08/2010

Fernanda Vulcanis disse...

Dia 1º de Setembro! E se da novamente início ao ciclo (:

Anônimo disse...

Nossa esse texto me deu um mó notão na materia de Historia! :p
VLW por quem o fez!

Anônimo disse...

aichei muito interessante,a internet monstrar para os alunos de todo o mundo como se formou,quando e como começou eu admiro muito a inteligencia do homem humano.
e muito bom para os alunos de todas as escolas do nosso brail. eu te amo meu brasil, eu te amo muito,muito..........

macaparananews disse...

que bom que ainda há pessoas consciêntes sobre o que pensar e quando dizer algo, parabéns pelo espaço. 09/09/2010 www.macaparananews.blogspot.com

Anônimo disse...

Muito obrigado isso ira me ajudar em uma apresentação esse foi o único site que eu achei algo que preste rs
Bjoo

Anônimo disse...

Obrigado, ajudou muito no meu trabalho.