quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Olhai os Lírios do Campo

Os trechos, abaixo, extraídos do livro Olhai os Lírios do Campo de Érico Veríssimo, é a síntese do conflito abordado no livro desse escritor genial. Uma dica de leitura que nos alerta sobre o quanto precisamos reciclar nossas relações (pessoais e profissionais).

aves no ceu 1

“Estive pensando muito na fúria cega com que os homens se atiram à caça do dinheiro. É essa a causa principal dos dramas, das injustiças e da incompreensão de nossa época. Eles esquecem o que têm de mais humano e sacrificam o que a vida lhes oferece de melhor: as relações de criatura para criatura. De que serve construir arranhas-céus se não há mais alma humana para morar neles…”

 aves no ceu

“É indispensável trabalhar, pois um mundo de criaturas passivas seria triste e sem beleza. Precisamos, entretanto, dar sentido humano às nossas construções. E quando o amor ao dinheiro, ao sucesso, nos estiverem deixando cegos, saíbamos fazer pausas para olhar os lírios do campo e as aves do céu…”

 lirios no campo

“É indispensável que conquistemos este mundo, não com as armas do ódio e da violência e sim com as do amor e da compreensão…”

 beleza das flores

“Quando falo em conquistar esse mundo, quero dizer a conquista duma situação decente para todas as criaturas humanas, a conquista da paz digna, do espírito de cooperação…”

 

Use o Marketing da Sincerida, Sempre!

Amizade, solidariedade, compaixão, são palavras que não podem sair de moda. Use o marketing da sinceridade sempre, no trabalho, com os amigos e principalmente com sua família. Venda seu ‘peixe’, mas com verdade.

criancas os lirios do campo

Vamos merecer quem vem depois!

2 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Lindo esse post.
Um dos meus livros preferidos... perdi a conta de quantas vezes li e reli esse livro.
Excelente!

Lugirão disse...

Beth, li esse livro pela primeira vez ainda muito jovem , já o reli várias vezes, pena que não tenho mais o meu exemplar, deu vontade de reler novamente.

Adorei...

Bjos.